a Martins Internacional sente-se privilegiada e muito honrada em poder homenagear esse grande brasileiro,           

o autor de uma obra muito valiosa para a população da cidade de Botucatu.

esta seção é dedicada á um dos maiores escritores de livros didáticos do mundo !

 

o geólogo, geógrafo, historiador, pesquisador, escritor e acima de tudo, o grande professor que foi 

Julierme de Abreu e Castro

 

Nas próximas páginas, você terá a oportunidade de ler uma das primeiras obras desse autor, um livro escrito há exatamente 48 anos

em 1966 sobre dados geográficos e aspectos estatísticos da cidade de Botucatu SP

 

 

JULIERME DE ABREU E CASTRO

   BREVE BIBLIOGRAFIA

   

Nasceu em Luís Burgo , município de Manhuaçu, estado de Minas Gerais, em 5 de setembro de 1931.

Era filho de Juvenil de Castro, tabelião do cartório local.

Aos 3 anos de idade, após o falecimento de seu pai, sua mãe, Hermogênea de Castro Abreu, mudou-se com filho, para o Rio de Janeiro, após terminar os estudos primário e secundário no Colégio Baptista, formou-se bacharel em vários cursos na Universidade do Brasil, tais como ; Antropologia, Geologia, História e Geografia.

Trabalhou no Conselho Nacional de Geografia, órgão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, entre 1951 e 1954.

No Rio de Janeiro, escreveu “Estudo Geográfico da Ilha de Paquetá” em 1953, residiu na cidade de Quatá ( SP ) onde iniciou sua carreira de professor em 1956 no grupo escolar “Gabriel Monteiro da Silva” , em seguida, transferiu-se para a cidade de Laranjal Paulista, onde casou-se com Maria Luiza Martins  e foi diretor do Jornal a Tribuna, lecionou no ginásio estadual “Cesário Carlos de Almeida” até 1962, quando transferiu-se para a cidade de Botucatu indo lecionar no Instituto de Educação Cardoso de Almeida e no antigo ginásio estadual da Vila dos Lavradores, hoje, EEPG Professor Euclides de Carvalho Campos, também lecionou na escola industrial “Dr. Armando Salles de Oliveira” e na faculdade de filosofia, ciências e letras da Instituição Toledo de Ensino, no curso de geografia, ocupando a cadeira de antropologia.

Como grande pesquisador que era, tinha o costume de andar com várias ferramentas em seu carro, pás, martelos e pincéis, etc, sendo muito comum, em suas poucas horas vagas, escavar barrancos na beira das estradas, na serra de Botucatu e região, tendo encontrado inúmeros sítios arqueológicos e uma grande quantidade de valiosos fósseis que doou a faculdade de Botucatu, hoje Unesp.

Por conta própria, fez inúmeros estudos geográficos nos municípios das cidades de Laranjal Paulista e região, onde escreveu; “Notas para um estudo geográfico do Município de Laranjal paulista.”

Em Botucatu, escreveu os livros ;  “Botucatu Nossa Terra Nossa Gente Nossas Riquezas”  em parceria com Neuton Dezoti  em 1965 e em 1966, escreveu  “Os Brasileiros Antes de Cabral” pela editora Record, e “A Terra dos Bons Ares” , despontando a cidade como progressista e de grande futuro na região.

A convite do Instituto Brasileiro de Edições Pedagógicas ,IBEP”, escreveu seu primeiro livro para esta editora, “Geografia Para a Escola Moderna” época em que mudou-se para a cidade de Piracicaba SP.

Em 1967, lecionou no ginásio estadual “Moraes Barros” e como professor secundário efetivo no ginásio estadual “Professor Elias de Mello Ayres” , quando encerrou sua carreira de professor, solicitando afastamento do magistério para dedicar-se exclusivamente a sua carreira de escritor de livros didáticos.

Seu livro,  “História do Brasil” , revolucionou o ensino mundial, sendo o primeiro livro do planeta de que se tem notícias, escrito em quadrinhos, exclusivo para ensino didático.

Esse livro fez tanto sucesso, que por alguns anos foi adotado por cerca de oitenta por cento dos professores do Brasil, sendo exposto em bienais nos Estados Unidos, Europa e Japão.

Sua autoria de livros didáticos com desenhos em quadrinhos, foi um marco revolucionário mundial tratando-se de ensino escolar, os livros de História do Brasil e História Geral, em quadrinhos, fizeram tanto sucesso e foi tão grande a aceitação entre os alunos e professores que acabou sendo “copiado” por muitos escritores, inclusive por colegas escritores da própria editora IBEP e hoje esse estilo é seguido em quase todos os países.

Escreveu inúmeras obras didáticas de História, Geografia e Estudos Sociais, até falecer em São Paulo , em 9 de outubro de 1983.

O grande artista  ilustrador, Rodolfo Zalla, que elaborava as capas e os desenhos de seus livros, as fazia com tanto carinho e profissionalismo, que eram verdadeiras obras de arte, exibindo personagens que pareciam “estarem vivos contando a sua própria história” .

Suas obras de grande valor e vanguarda,  foram editadas por vários anos, mesmo após seu falecimento.

Teve três filhos; José, Joyce e João de seu primeiro casamento, e Joana e Julierme de seu segundo.

A cidade de Botucatu, prestou-lhe  uma bela homenagem, dedicando seu nome, na rua principal do bairro Rio Bonito, aonde possuía uma chácara.

 

Produzida em aço galvalume ou inoxidável, a CONCERTINA HELICOIDAL MARTINS constitui barreira de proteção física inigualável, pela sua forma volumétrica circular e suas lâminas cortantes, que impossibilitam qualquer tentativa de invasão e ou evasão nos locais onde é instalada.

 

c

clique no link abaixo "próxima página" para ler o livro 

Botucatu  " a terra dos bons ares"

 

 

 

esta página é patrocinada pela Martins Internacional.

próxima página